Tecnologia

Tecnologia pode aumentar produtividade na indústria em até 58%, revela estudo

A implementação de tecnologia na indústria 4.0 aumenta a produtividade do setor em até 38%. É o que revela o Ranking Nacional da Indústria 4.0, do instituto Atlas Intel em parceria com a Tractian.

De acordo com o levantamento, o ganho é maior para empresas das indústrias de Bens e Consumo (58%), Aeronáutica (54%) e Petróleo e Gás (48%).

“Em um momento em que se discute produtividade e reindustrialização no Brasil, a pesquisa mostra que as companhias que investem em tecnologia têm um ganho exponencial em relação a quem não opta por buscar essas soluções. É por isso que o estudo é tão importante por aqui dado que é dessa forma que conseguiremos mostrar que há caminhos a serem seguidos. É, ainda, um incentivo para que outras indústrias também participem da próxima edição”, afirmou o CEO da Atlas Intel, Andrei Roman.

Além disso, 80% dos entrevistados relataram que a implementação de tecnologias 4.0, como automação, sensores IoT, inteligência artificial e métodos de big data em manutenção, por exemplo, teve impactos positivos na redução de custos de indisponibilidade e na qualidade dos produtos e serviços.

A pesquisa conclui ainda que a percepção das empresas acerca dessas tecnologias é muito positiva — para 94% dos entrevistados, existe a intenção de continuar investindo em tecnologia na indústria. Não à toa, o gasto por hora parada de qualquer máquina é de, pelo menos, R$ 100 mil para um terço dos entrevistados.

“A tecnologia na indústria é essencial para que o Brasil consiga, finalmente, ganhar competitividade no cenário mundial. Precisamos conhecer profundamente as necessidades do setor e investir pesado na construção de uma indústria mais tecnológica, que utilize meios como a Inteligência Artificial e a IoT para conseguir reduzir custos e aumentar a produtividade no setor. Ainda temos um longo caminho, mas a pesquisa mostrou que aqueles que investiram lá atrás já colhem os frutos”, disse Igor Marinelli, Co-CEO da Tractian.

Apesar da necessidade latente, o uso da tecnologia na indústria é relativamente recente no país. Dados do estudo mostram que cerca de 73% das empresas começaram a adotar tecnologias da indústria 4.0 nos últimos cinco anos.

Apenas os setores de alimentos, agricultura e plástico estão entre os que adotaram as tecnologias há mais tempo, antes de 2015.

Entre os maiores desafios na implementação de tecnologias, estão a falta de conhecimento técnico (para 28,4% dos respondentes) e a falta de recursos financeiros (para 24,2%).

A pesquisa, editada em parceria entre Atlas Intel e Tractian, foi realizada com representantes de cerca de 200 indústrias do Brasil, entre agosto e setembro deste ano. A margem de erro é de 5 pontos percentuais, para mais ou para menos, e o nível de confiança na margem é de 95%.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo